Empreendedores sabem que existem alguns pontos no cenário do Marketing Digital que ficam a desejar, como a falta de planejamento e gestão de projetos. E, por causa disso, pode haver ruídos na comunicação.

Por isso separamos algumas ferramentas para facilitar a gestão de Marketing Digital, desde os anúncios a automação de marketing. Fique atento!

  1. Adfácil

AdFácil integra em uma única plataforma os maiores e mais importantes canais de divulgação de mídia digital paga, o Google, Facebook e Instagram. Também é possível gerar insights relevantes por meio da ferramenta analítica integrada no AdFácil e otimizar o investimento de forma bem simplificada.

www.adfacil.co

 

  1. mLabs

O objetivo da mLabs é facilitar o dia a dia de empresários que passam a ter a chance de serem mais eficientes na sua comunicação nas redes sociais (facebook, twitter e instagram), gerando resultados reais e positivos. Além de gerar relatórios das redes sociais citadas.

www.mlabs.com.br

 

  1. Follow Social

O Follow é uma ferramenta para você que é Social Media ou então gestor de uma marca no instagram (uma das maiores redes sociais do mundo), ela é capaz de transformar os seus seguidores – e novos – em parceiros, pois ela aumenta sua presença na rede social e interage automaticamente com o seu público. Fazendo com que o número de seguidores aumente cada vez mais.

br.follow.social

 

  1. Mailchimp

O Mailchimp é uma das plataformas de envio de e-mail marketing mais eficazes do mundo, ajudando no relacionamento com o cliente, e permite o disparo de até 12 mil mensagens gratuitamente. Além disso, você pode adicionar até 2 mil novos e-mails por mês em suas listas.

www.mailchimp.com

 

  1. RD Station

O RD Station é um software de Marketing e Vendas capaz de automatizar várias ações de que você precisa para atrair visitantes, otimizar sua página, transformar visitantes em potenciais clientes, fazer com que seus visitantes se interessem pela sua empresa e se tornem verdadeiras oportunidades de negócio. ​​​​​​​

www.rdstation.com

 

Se você é profissional de marketing digital espero que tenha gostado das dicas e que elas te deem muitos resultados. Mas se for um empreendedor, e acha que todos esses processos são complicados demais e demandam tempo para administrar melhor o seu negócio, entre em contato com a gente, será um enorme prazer atendê-lo.

 

É só apertar no botão contato abaixo 

O marketing digital já é uma realidade dentro das empresas. Independente do tamanho, ele está presente, nem que seja feito de forma mais “caseira”, mas ele está. Os CEO’s entenderam que ele dá realmente resultado e estão dispostos a fazerem nem que seja por conta própria. Mas os tempos mudaram e embora a necessidade dessa estratégia passe a ser cada vez mais essencial, é preciso estar atento a todas as mudanças que os acompanham. As mídias sociais, o streaming de conteúdo e a facilidade de criar ou consumir conteúdo digital tornaram a Internet o local ideal.

Eu sei que você não entendeu algumas coisas do primeiro parágrafo, mas calma! Vou te passar algumas tendências de marketing digital para 2019 que vão te ajudar, ou a sugerir coisas diferentes para sua equipe de digital ou você mesmo fazer ações mais consistentes que geram um bom resultado.

5 tendências de Marketing Digital para 2019

WhatsApp Marketing

Além de um simples aplicativo para trocar mensagens, o Whatsapp vai abrir formatos de anúncio no aplicativo, isso vem sido discutido por vários profissionais de Marketing Digital em todo o mundo, fora que já é muito usado para um relacionamento de vendas bem mais próximo, principalmente em lançamentos digitais. Se você ainda não usa o WhatsApp para negócios, comece hoje, amanhã pode ser tarde!

Micro-Influenciadores

Uma das grandes tendências de Marketing Digital em 2019 é o uso de influenciadores da sua região nas estratégias.

O marketing de influenciadores já existe algum tempo e é uma ação que gera ótimos números. Ela consiste em contratar personalidades que sejam reconhecidas pelos consumidores para que eles façam ações e comuniquem aos seguidores sobre as vantagens do produto da empresa. E com esta alta, tanto dos influenciadores e as redes sociais na vida das pessoas, surgiram as estratégias de nichos altamente especializados.

Então, se a sua empresa for local, a tendência para 2019 é focar em parcerias de longo prazo com influenciadores locais. Até porque, grandes influenciadores podem não atingir de forma assertiva a região que sua empresa está localizada.

Transmissão ao vivo

As transmissões ao vivo via ferramentas como YouTube, Facebook, Instagram foram bastante populares e, segundo pesquisa realizada pela empresa Livestream, em conjunto com a New York Magazine, 73% dos negócios B2B que já utilizaram as lives, tiveram um ROI (Return on Investment) positivo. Além disso, 97% das empresas sinalizaram que tiveram um aumento significativo por seus produtos e serviços.

ChatBots

A tecnologia e Marketing Digital são extremamente ligados, uma coisa sempre impacta na outra e você deve sim usar isso a favor da sua empresa.

A popularidade dos chatbots vem por meio das mudanças constantes no modo como as pessoas se comunicam na internet. Eles já estão presentes em diversos aplicativos, páginas e sites.

Esses robôs podem ajudar os clientes a comprar produtos online, reservar ingressos de cinema e mesas em restaurantes, esclarecer as dúvidas mais comuns e muitas outras funções.

Autenticidade de marca

Mostrar que a sua marca entende de um determinado assunto é importante, mas em 2019 o mais importante é mostrar que você entende da sua forma de fazer aquilo. É muito fácil buscar na internet informações sobre tudo, mas mostrar a sua visão sobre determinado assunto é genial! O consumidor estará no centro hoje e sempre, então crie conteúdos humanos que solucionem problemas reais e assim ganhe a atenção e a fidelidade dos seus clientes.

 

Essas foram as principais tendências para 2019, a certeza é, se você colocá-las em prática terá muito resultado. Se ainda estiver com qualquer dúvida, pode falar com a gente. Ah, se esse texto te ajudou, envie para alguém!

Não é novidade que o país tem passado por várias dificuldades econômicas e políticas nos últimos tempos. Quando a economia está favorável as empresas não abrem mão de investir parte de seus capitais neste setor, porém quando se iniciam rumores sobre crises ou até a queda de faturamento, muitas organizações simplesmente deixam de investir em marketing, o que é um grande erro.  E sabe porquê? Simples, o Marketing é o responsável por estabelecer o posicionamento de mercado da sua empresa e a forma como ela é vista pelos seus clientes. É o Marketing que dirige a sua empresa para satisfazer as necessidades e os desejos desses clientes, afinal, são eles quem irão comprar seus produtos ou soluções.

 

Entendemos que é complicado pensar em Marketing quando o que mais se quer é sobreviver, financeiramente falando claro, mas o marketing pode ser a sua salvação de como sobreviver em meio à crise. Enfim, será que vale a pena investir em tempos de crise?

 

Mesmo em tempos de crise e mudanças nos hábitos de consumo, os seus clientes ainda continuam tendo necessidades que, de uma forma ou outra, serão supridas. Ou seja, se você não o atender, o seu concorrente atenderá. Por isso é preciso investir constante nas ações de marketing, porém, com uso de alternativas de menor custo e até mesmo com maior eficiência, como é o caso do Marketing Digital, com ele você atinge milhares de pessoas gastando bem pouco e nesse período vem sido uma alternativa muito útil.

 

Você estará onde o seu cliente está, se relacionando e oferecendo produtos, soluções e serviços de forma que consiga suprir suas necessidades. Lembre-se: clientes satisfeitos com seu negócio e seus benefícios, têm mais probabilidade de serem fidelizados e divulgarem suas experiências para outras pessoas, atraindo novos clientes e gerando mais resultados.

 

O Marketing Digital, e o Marketing como um todo, pode representar muito mais do que uma opção para as campanhas de uma empresa. É através dele, que ações estratégicas são criadas para manter o fluxo de receita da empresa de forma sustentável, escalável e também garantir a sua estabilidade no futuro. Ou seja, investir em Marketing em tempo de crise é a melhor estratégia para quem quer continuar a crescer mesmo na crise.

 I – Mais perto do seu público nas redes sociais

Sabemos que a internet é um lugar onde há um número grande de interação uns com os outros e por isso não podemos deixa-la de lado. Através das redes sociais sua empresa pode comunicar informações ao cliente ou possível consumidor e receber o feedback dos mesmos.

II – Mais que uma vitrine

Além de ser uma boa plataforma de interação com seus clientes, a rede social será a vitrine dos seus produtos/serviços. Por isso investir é preciso. Através das Redes Sociais a propaganda e a publicidade captarão novos possíveis clientes.

III – Um bom custo-benefício

Uma vantagem das redes sociais é o agradável custo-benefício. Claro que nada é de graça, você precisará de uma equipe bem treinada que se encarrega tanto de trazer bons conteúdos quanto interagir com o seu público. Essas ações bem planejadas e realizadas podem gerar resultados surpreendentes.

 

IV – Conhecendo o concorrente

Provavelmente outras empresas do mesmo segmento que o seu já tem redes sociais. E sim, do mesmo jeito que sua empresa tem concorrentes a atenção do público também está em jogo. Com as redes sociais você consegue analisar os pontos fracos e fortes de outras marcas e com isso planejar boas estratégias para seu engajamento.

V – Mente e coração como alvo

As redes sociais ajudam no Branding, ou seja, em suas atividades estratégicas de conceituação e planejamento. Você consegue mostrar uma empresa em que o consumidor pode confiar.

 

VI – O lado da força

 

O seu público, através dos conteúdos de valor, começa a se identificar com sua marca e isso gera uma divulgação espontânea da parte deles. O que trará a você mais seguidores e possíveis novos clientes.

Como tudo na vida você precisa saber usar as coisas ao seu favor. Essas pequenas 6 razões para investir em Redes Sociais só serão úteis se o seu foco for mantido. Sua empresa terá um alto engajamento e aceitação através da sua atuação nessas plataformas.

Ter um site significa possuir seu local demarcado. Uma empresa para ser reconhecida, ter uma ampliação de mercado e a consolidação da marca ela precisa ter um site, assim sua empresa ficará ativa 24/7.
Separamos alguns motivos mostrando o porquê da sua empresa precisa criar um site.

I. Ampliação da internet

Para passar ao consumidor, ou os possíveis novos clientes, a imagem de uma marca forte e de uma empresa confiável você precisa de um bom site. A ampliação da internet é nítida e você precisa usa-la ao seu favor.

II. Topo das pesquisas

A criação de site é muito importante para o seu negócio. Na hora de gerar resultados, ter uma página na web é uma arma e tanto. Com um site desenvolvido com excelência e bem estruturado ele estará no topo de resultados do Google.

III. A força da sua marca

Para sua marca ganhar força é importante ela passar credibilidade, para que assim o consumidor, no momento que precisar gastar seu dinheiro, ele escolha sua empresa sem hesitar. Por isso o seu site deve ter êxito, um rápido carregamento e ser útil.

Agora que você viu como um Site é importante, invista nisso. Além de trazer resultados para sua empresa a Agência AB9 oferece a criação de sites.

A agência de publicidade especializada pode ajudar qualquer empresário a alcançar mais clientes e propagar melhor a sua marca, buscando formas mais efetivas e estratégias direcionadas para cada ramo específico. Neste artigo nós vamos abordar alguns tópicos sobre a importância de contratar uma agência profissional para o seu negócio, salientando que investir em publicidade é um ponto crucial para alavancar o seu negócio.
Confira os tópicos a serem abordados:
1- Anúncios e análise de resultados;
2- Identidade visual;
3- Branding;
4- Criação de sites;
5- Métricas nas redes sociais.
Ficou curioso em como tudo isso pode ajudar no seu negócio? Então prepare o seu café e continue a leitura conosco.
1. Anúncio e a análise dos resultados.
Ainda não sabe por quê anunciar nas redes sociais? O tráfego gratuito das redes sociais é muito importante e pode ser uma ótima opção para quem está começando e quer divulgar seus produtos com baixo – ou nenhum – investimento. Com uma agência especializada e com os seus profissionais experientes e capacitados, estarão prontos para cuidar, gerenciar e analisar os números que são relevantes para a sua empresa, alcançando o público certo e aumentando o lucro do seu negócio.
2. Identidade Visual.
Uma identidade clara e adequada atrai quem precisa do seu negócio. Com ela você promove vendas e deixa sua empresa gravada na cabeça dos clientes. Digamos que é o ponto crucial de cada negócio, é como ela se apresenta para seus clientes, ou seja, a estética deve ser levada em conta. A agência de publicidade se responsabiliza em criar a logo, tipografia, definir as cores, o modo que elas vão interagir, além de outros elementos que poderão ser solicitados. (Veja nosso portfólio clicando aqui).
3. Branding.
Branding é a gestão da sua marca. É o trabalho realizado com objetivo de tornar a marca mais conhecida, mais desejada. Nós da Agência, trabalhamos para estruturar a marca na cabeça dos consumidores para se tornar a primeira opção. Envolve a concepção da marca e as ações cotidianas de marketing, visto que, uma marca forte e consolidada não é construída da noite para o dia. Mas com uma agência especializada e focada em resultados, o trabalho tende a fluir.
4. Criação de sites.
Um site é a imagem da sua empresa na internet, deve ser o mais elaborado possível, porém, funcional para que seus clientes encontrem todos os seus serviços e produtos disponíveis. O site te dá a possibilidade de ficar ativo 24 horas e conseguir ser buscado por um número expressivo de pessoas ao redor do mundo todo. Para recapitular, o seu site deve ter um bom layout, um rápido carregamento e ser útil para seus clientes.
5. Métricas nas redes sociais.
Você não tem tempo ou não sabe como fazer o gerenciamento de marketing diário da sua empresa? Aí vai a solução, contrate uma Agência de Publicidade! Trabalhar com as redes sociais é um trabalho diário para conseguir mensurar os números e a partir deles, analisar os resultados das campanhas criadas. A equipe especializada e responsável pelo seu gerenciamento de marketing conseguirá acompanhar quantos cliques, curtidas ou vendas estão sendo feitas em função do anúncio. Conseguirá pensar estrategicamente nas formas mais adequadas para que você consiga atingir um número maior de pessoas e conversar diretamente com seu público-alvo.
Agora que você percebeu que uma Agência de Publicidade pode fazer muito mais por você e pelo seu negócio, é importante que comece a investir hoje mesmo! Nós da Agência AB9 contamos com uma equipe especializada e preparada para te ajudar a melhorar os resultados da sua empresa. Ficou interessado? Entre em contato conosco para saber mais.

Você sabia que cerca de 80% dos consumidores pesquisam na internet antes de realizar uma compra?  E olha só: essa compra não se restringe apenas na hora de efetuar transações em lojas virtuais. Consultar sites antes de sair de casa e ir até uma loja física já se tornou um hábito. E mais uma vez as redes sociais ganham destaque. Elas são os principais meios de busca utilizados pelos usuários principalmente pela facilidade de acesso e compartilhamento de informações. E para as empresas isso é uma mina de ouro!

O tráfego gratuito das redes sociais é muito importante e pode ser uma ótima opção para quem está começando e quer divulgar seus produtos com baixo – ou nenhum – investimento. Mas com o tempo, você é capaz conhecer muito bem o seu público e saber exatamente o que falar e onde falar. Aí chegou a hora de planejar os anúncios e atingir seu público de interesse.

Como diria Charles Darwin, “não é o mais forte que sobrevive, nem o mais inteligente, mas o que melhor se adapta às mudanças“. Por isso, a ideia desse post é mostrar que para cada objetivo existe uma plataforma adequada. Conhecendo onde está seu público, escolha a rede social mais adequada para evitar o desperdício de tempo futuro. Claro, em alguns casos seu público pode estar presente em todas as redes sociais. Nesse caso, você deve analisar e investir naquela que pode gerar mais resultados.

Mas, antes de começar, quero destacar dois pontos importantes:

  1. Para todas as redes sociais, invista no call-to-action (CTA) do seu anúncio. Ele deve ser claro e atrativo, como por exemplo, “Compre agora e economize 30%”.
  2. Tenha em mente o vocabulário abaixo:

COM (ou CPI) – Custo por 1.000 impressões: significa que as campanhas são pagas por cada mil visualizações no Feed de Notícias, independentemente de cliques ou compras. É uma ótima alternativa para gerar reconhecimento da marca.

CPC – Custo por clique no link: com essa opção, toda vez que um usuário clicar na parte do seu anúncio, ele será redirecionado automaticamente para o seu site ou aplicativo. Você pagará por clique.

CPV – Custo por visualização: no YouTube você tem a opção de criar campanhas e pagar quando o usuário assistir o vídeo que foi anunciado.

CPF – Custo por Follower: também conhecido como Custo por Seguidor, esse método é utilizado para atrair novos seguidores.

CPL – Custo por Leads: a campanha é paga por cada novo cadastro recebido ou uma assinatura em sua newsletter, por exemplo. Essa opção faz com que o visitante passe a ser um cliente potencial para o anunciante.

Agora sim, vamos lá:

Facebook Ads

Com públicos selecionados, o Facebook trabalha para que o anunciante tenha o melhor resultado possível. A partir dos usuários impactados por eles, o resultado pode variar de acordo com a campanha e objetivo do cliente, como por exemplo, caso o intuito seja engajar uma base de fãs, a interação – comentários, compartilhamentos, likes e visualizações de vídeos – será priorizada.

O Facebook Ads coopera para atrair novos seguidores, conversão no site (leads e vendas), divulgação de eventos, entre outros. Além disso, gera relatórios de acompanhamento de resultados e oferece dicas de otimização.

Como comprar: CPC e COM
Qual custo médio? CPC: R$ 0,20 a R$ 0,60 / COM: R$ 3,50 a R$ 5,00
Formas de segmentação:
         Geográfico: público nas áreas em que vivem (países, estados e CEP)
Demográfico: idade, sexo, língua, status de relacionamento e escolaridade
Interesses: como música, filmes, jogos, esportes e compras
Comportamental: qual sistema operacional de smartphone utiliza, com que frequência realiza compras e viagens
Conexões: usuários que curtem sua página, amigos de amigos que curtem sua página e pessoas que usam seu aplicativo
Audiência customizada: pessoas que visitam seu site, seu aplicativo ou lista de email ou telefone
Lookalike: pessoas com interesses e comportamentos semelhantes à sua audiência customizada
Formatos:

anuncio_facebook_confere

 

Waze

Com o uso estratégico de anúncios no Waze, as marcas podem impactar seus clientes potenciais durante a rota traçada de um percurso. A partir do investimento na plataforma, um Pin (ícone) e/ou banners representam o local anunciado.

Como comprar: CPM
Qual custo médio? R$ 4,00 a R$ 5,50
Formas de segmentação:
         Clima: mensagens de acordo com as condições climáticas
Sistema operacional: Android, iOS e Windows Phone
Distância de rota: com quilometragens específicas
Geolocalização: localização da marca x usuário
Período: dia ou noite
Casa/trabalho: quando o usuário vai para a casa ou para o trabalho
Tipo de trânsito: rotas com trânsito pesado, moderado ou leve
Destination targeting: são veiculados em momentos específicos, como por exemplo, o usuário está a caminho do aeroporto
Formatos:

waze_anuncios_confere
(Fonte: Waze)

 

LinkedIn

Por meio de dois formatos diferentes: (1) atualizações patrocinadas e (2) anúncios de texto, você pode atingir seu público de interesse profissional, atrair novos seguidores para sua página, aumentar seu volume de impressões, cliques e interações.

Como comprar: CPC e CPM
Qual custo médio? CPC: R$ 5,00 a R$ 8,00 / CPM: R$ 40,00 a R$ 60,00
Formas de segmentação:
         Localização: país, estado ou cidade
Empresa: nome, setor ou tamanho
Cargo: cargo específico, função do trabalho ou nível de experiência
Instituição de ensino
Formação
Área de estudo
Competências
Grupos de Linkedin
Demográfico: gênero ou idade
Formatos:

linkedin_anuncio_confere

Instagram

Por meio de fotos e vídeos, o Instagram oferece quatro diferentes tipos de campanhas:

(1) anúncio clicável para o site
(2) visualização de vídeos
(3) instalação de aplicativos
(4) anúncio no topo do feed, gerando alto volume de impressões*

*Essa campanha e negociada diretamente e requer investimento mínimo de R$ 80k)

Como comprar: CPC e CPM
Qual custo médio? CPC: R$ 0,20 a R$ 0,60 / CPM: R$ 3,50 a R$ 5,00
Formas de segmentação
         Geográfico: público nas áreas em que vivem (países, estados e CEP)
Demográfico: idade, sexo, língua, status de relacionamento e escolaridade
Interesses: como música, filmes, jogos, esportes e compras
Comportamental: qual sistema operacional de smartphone utiliza, com que frequência realiza compras e viagens
Conexões: usuários que curtem sua página, amigos de amigos que curtem sua página e pessoas que usam seu aplicativo
Audiência customizada: pessoas que visitam seu site, seu aplicativo ou lista de email ou telefone
Lookalike: pessoas com interesses e comportamentos semelhantes à sua audiência customizada
Formatos:

instagram_anuncio_confere

Historias do Instagram

YouTube

Você pode estar pensando: “Ah Eduardo, mas eu não gosto de gravar vídeos”.

Tudo bem, mas a partir de agora comece seu planejamento de comunicação com conteúdo audiovisual, ok?

Já reparou que os vídeos estão tomando conta do Feed de Notícias do Facebook e das conversas do Twitter? Investir em vídeos é fantástico! E nada melhor do que tornar um vídeo já publicado no YouTube em anúncio.

Esses anúncios possuem dois tipos de formatos: (1) In-stream e (2) Display, que servem para promover visualizações do próprio vídeo ou tráfego ao canal ou site do anunciante.

Como comprar: CPV
Qual custo médio? CPV: R$ 0,05 a R$ 0,10
Formas de segmentação:
         Demográfico: idade, sexo, língua, status de relacionamento e escolaridade
Remarketing: permite alcançar usuários com base nas interações anteriores com vídeos, anúncios TrueView ou o canal do YouTube
Posicionamento: segmentação por canais e websites parceiros do YouTube
Tópicos: como música, esporte e gastronomia
Palavra-chave: anúncios com base em palavras ou frases relacionadas a um vídeo ou canal ou a um tipo de website em que seu público tem interesse
Formatos:

youtube_anuncio_confere

Twitter Ads

Bem semelhante ao Facebook Ads, os anúncios do miniblog auxilia as empresas a criar campanhas objetivas que podem gerar tráfego para o site, conversões (leads), interações e divulgação de tweets, instalação de aplicativos e aquisição de novos seguidores.

Como comprar: CPC, CPF, CPI e CPL
Qual custo médio? CPC: R$ 1,00 a R$ 2,50 / CPF: R$ 10,00 a R$ 14,00 / CPI: R$ 1,00 a R$ 2,00 / CPL: depende do segmento
Formas de segmentação:
         Por seguidor: seleciona seguidores de contas relevantes para alcançar pessoas que possam se interessar pelo seu material
Por dispositivo: usuários com base no dispositivo móvel que utilizam para acessar o Twitter
Por comportamento: impactar pessoas com base em padrões de compra e gasto
Por público personalizado: utilizar lista de CRM para alcançar grupos de usuários específicos o Twitter
Por palavra-chave: impactar com base no tweets recentes ou com os que estão engajados
Por área geográfica: conectar-se com público global ou restringir o alcance
Por idioma
Por sexo
Por interesse: como música, filmes, jogos, esportes e compras
Formatos:

twitter_anuncio_confere

 

Fonte: CONFERE

Quando falamos no processo de decisão de compra é algo que envolve diversos aspectos, com diferentes etapas, com o nível consciente e subconsciente. É um processo em que a psicologia está presente, juntamente com o marketing, design e pesquisas.

Seja nas mídias on – como peças em sites, redes sociais, etc– ou nas peças off – como embalagens, folders, panfletos, etc -, o design, serve como uma forma de publicidade do próprio produto, dessa forma se a peça for bem desenhada, ela pode atrair vários clientes.

Segundo a pesquisa Packaging Matters, MeadWestvaco Corporation (MWV), a maioria dos consumidores no Brasil considera o design de produtos mais importante do que a própria marca dos produtos. Nada menos que 60% dos entrevistados afirmou que o design tem importância preponderante nesse processo.

O design de produtos precisa chamar a atenção; transmitir a informação básica para a compreensão do que está sendo oferecido, ressaltar os atributos complementares do produto e agregar valor ao próprio.

Para vendas mais frequentes e qualidade, entenda muito mais do que beleza e estética. A eficiência em termos de informação, coerência com o que a marca quer transmitir, promoção e funcionalidade também são essenciais, portanto, leve esses fatores em consideração na hora de definir seus investimentos no design de produtos, pois este é um dos pontos chave para melhorar seus resultados!

Se você é profissional de design espero que tenha gostado das dicas e que elas te deem muitos resultados. Mas se for um empreendedor, e acha que o seu produto precisa se destacar no mercado, entre em contato com a gente, será um enorme prazer atendê-lo.

Sabe aquelas lojas físicas que ficam abertas 24 horas e que independente da hora sempre tem pessoas comprando? Hoje em dia ter um site, ou seja, uma página na internet de vendas pode ser comparada a essas lojas. Essas páginas na internet, além de não gerar despesas com folders, funcionários e energia, otimiza as atividades, poupa tempo e economiza dinheiro.

Atualmente empresários investem na internet para obter os melhores resultados, aproveitando as oportunidades no mercado. Com essa ferramenta sua empresa consegue se relacionar com os clientes, deixá-los satisfeitos e assim, amplia-la.

Um bom site otimizado é uma necessidade básica para os seus negócios, precisando ter uma interface apropriada e com atrativos para os clientes. Não importa o tamanho da empresa, se o objetivo é ser encontrado e assim vender um produto, serviço ou ideias, você precisa investir nessa máquina de vendas online.

Para sua empresa ser encontrada na internet é necessário que você tenha um bom site. Portanto, se você está no mercado ou quer entrar no mercado com o pé direito entre em contato conosco para saber como podemos lhe ajudar.

Leads para cá, leads para lá… Vire e mexe nós ouvimos falar sobre leads, mas afinal, você sabe o que são leads? Por que é tão importante para uma empresa captar mais leads? E para que servem?

Neste artigo iremos abordar sobre os leads, a importância deles para a sua empresa e algumas dicas importantes. Então vamos começar!

Afinal, o que são leads?

Um lead é uma pessoa que tem, de alguma forma, interesse nos produtos ou serviços da sua empresa, ou seja, um cliente potencial. No Marketing Digital significa ter o contato com as pessoas certas, contato com os possíveis compradores do seu produto ou serviço. Mas é importante (lá vai a primeira dica) não ter apenas as informações dos seus leads, mas sim, criar e manter um relacionamento com eles!

Como eu faço para gerar leads para a minha empresa?

Esta é uma das etapas mais importantes para as empresas, afinal, é através da captação de leads que se consegue mais visibilidade na internet e se constrói um banco de dados com as informações mais importantes. Com as informações corretas que estão no seu banco de dados a sua empresa conseguirá trabalhar mensagens específicas para atrair e firmar um relacionamento com os leads para que futuramente se tornem seus clientes.

A primeira etapa é conseguir atrair a atenção dos seus leads, para isso, procure oferecer algo de valor ao seu público, pode ser e-books, vídeo aulas, conteúdos exclusivos, cursos, desconto especiais, etc. Aqui o importante é chamar atenção e despertar interesse!

Já na segunda etapa é necessário criar as famosas Landing Pages, uma página na qual as pessoas entram em contato com a sua empresa, preenchem um cadastro e recebem várias informações sobre serviços e produtos oferecidos. Aqui entra a parte de dar um “brinde” aos seus clientes que citamos na primeira etapa!

Para a terceira etapa, nós sugerimos que após criar uma landing page para captar mais leads, é interessante redirecionar os seus leads para uma página de agradecimento, lá pode conter mais ofertas disponíveis e outros produtos.

E é mesmo necessário firmar um relacionamento com meus leads?

Sim, é uma dica valiosa! Ao construir um relacionamento com o seu cliente potencial, você automaticamente construirá um elo entre o cliente e a sua empresa, no final das contas ele estará muito mais confortável para fazer negócios e mais confiante para adquirir os seus produtos. Ou seja, quantos mais clientes potenciais você estabelecer em um relacionamento, maior será o número de clientes para a sua empresa.

Atuando em conjunto é possível atrair cada vez mais clientes e mantê-los próximos do seu negócio! Está a fim de aumentar os resultados da sua empresa? Entre em contato conosco, será um prazer marcar um café e poder te ajudar!